Galeria das Portarias Internas da B.M.P.A.G.

As Portarias Internas da B.M.PA.G. são todos os registros de componentes e lideranças que passaram pela banda desde a sua fundação em 1967. 

Se você já fez parte da B.M.P.A.G., veja os anos que participou da banda. 

Portarias Internas 

Maestros que passaram pela B.M.P.A.G.

Professor Amadeu Guimarães

A Banda Marcial Prof. Amadeu Guimarães, na época pertencente ao Colégio São José – Petrópolis-RJ - foi fundada por PROF. AMADEU GUIMARÃES, um dos maiores incentivadores das bandas de música em Petrópolis, com trabalhos espalhados por diversas escolas, pois, nos seus mais de 100 anos de vida, seu carinho e dedicação aos alunos o fizeram um verdadeiro baluarte da música em nossa cidade. Em 1965, quando formada a Banda, o objetivo era o de apresentar o Colégio nos desfiles de 07 de Setembro, à época com apenas uma percussão. Em 1967, data de sua primeira Portaria Interna e de sua fundação oficial, a banda passou a denominar-se Banda Marcial, com clarins, cornetas, etc.

Tenente Francisco Mendes de Tolêdo

Em 1969, sob o comando do maestro TEN. FRANCISCO MENDES DE TOLÊDO, a banda progrediu mais ainda, sendo que, além dos tradicionais desfiles do dia 7 de Setembro, passou a apresentar-se, também, em outras cidades. Em 1971, era formado o PELOTÃO ESPECIAL SIDNEY ESTEVES FERREIRA DOS REIS, homenagem que a Direção do Colégio, o maestro Ten. Tolêdo e todos os componentes da banda prestavam a um dedicado e querido aluno e músico, por ocasião de seu trágico passamento, cujos serviços por ele prestados à banda inspiram ainda hoje, todos os que dela participam. O falecimento do Maestro Tolêdo em 1974, consternou, não só os componentes da Banda, mas também todos da Família do Colégio São José, uma vez que o Ten. Tolêdo era tido como um pai de todos, sempre simpático, carinhoso e um verdadeiro amigo de toda a comunidade do Colégio.

Sebastião Menezes 

Com o falecimento do Tenente Tolêdo, a Banda passou ao comando do então contra-mestre, SEBASTIÃO MENEZES, ex-militar músico que por dois anos regeu a Banda, apoiado pela sua equipe de Monitores.

Sargento Jorge da Silva Carvalho

Em 1977, assumiu o Comando da Banda o SGT. JORGE DA SILVA CARVALHO que, com o apoio do contra-mestre Menezes, começou a introduzir mais novidades na Banda, com a formação de uma escolinha de música, com trompetes, trombones, saxofones, etc, acrescentando estes instrumentos à Banda Marcial.

Vittor Santos

Em 1982, com a saída do Sgt. Jorge, assumiu o comando da Banda o talentoso aluno VITTOR SANTOS, trombonista e tecladista que, com apenas 16 anos, era dono de uma invejável capacidade musical. Formou-se, então, o GRUPO DE GALA, vencedor de vários concursos e composto pelos melhores componentes que a banda possuía. Alguns desses componentes seguiram a carreira musical, quer nas forças armadas, quer na vida civil, como é o caso do MAESTRO VITTOR SANTOS, músico, maestro e arranjador de grandes nomes da música da Brasileira, tais como, Caetano Veloso, Gal Costa, Gilberto Gil, Milton Nascimento, Moraes Moreira, Titãs, Rita Lee, e muitos outros.

Janilson do Amaral e Júlio César Gomes

Após Vittor Santos, em 1984, a Banda ficou sob o comando de JANILSON DO AMARAL, cornetista da Banda e, logo após, em 1986, assumindo o Mestre JÚLIO CÉSAR GOMES que deram continuidade ao trabalho.

Juarez Carlos de França

Em 1991, assumiu o comando o MAESTRO JUAREZ CARLOS DE FRANÇA, tenente músico do Exército brasileiro, também poeta, dando uma nova dinâmica à Banda, com trabalho, dedicação e organização, além de uma técnica aprimorada. Logo em seguida, a Banda Marcial alcançou fama na cidade, ultrapassando fronteiras dentro e fora do País. Assim, já em 1995, recebemos um convite para desfilar na Disney, sendo aceito. Foi a primeira viagem internacional, com sucesso, servindo de incentivo aos jovens músicos do colégio. Seguiram-se mais três convites, em 1997, 1998 e 2000, para desfilar na Disney, motivando a Direção do Colégio a adquirir instrumental novo importado, metais King e Cohn e a percussão Pearl, Yamaha e Zildjan, fazendo com que a Banda tivesse uma sensível evolução na sonoridade e na qualidade de suas apresentações, que somada às suas belas evoluções, a faz uma das melhores Bandas Marciais do Estado do Rio de Janeiro.

Rogério Vieira Santos

Após a saída do Maestro Juarez França em 2003, assumiu o comando o Ex-aluno ROGÉRIO VIEIRA SANTOS, músico formado na B.M.P.A.G., que deu continuidade ao trabalho do Prof. Juarez até 2006, quando ingressou no Exército Brasileiro no posto de sargento músico.

Leandro Marques Machado Vaz Oliveira

Com a saída de Rogério, em agosto de 2006, assumiu o comando o também ex-aluno LEANDRO MARQUES MACHADO VAZ OLIVEIRA, formado na B.M.P.A.G., cuja participação foi decisiva para a realização das viagens aos Estados Unidos em 2007, preparando novos músicos, colaborando na pesquisa para aquisição de novos instrumentos e incentivando os alunos do Colégio a participarem das atividades da Banda.

Philipe de França Schwarc (atual maestro da B.M.P.A.G.)

Em 2017, com a mudança de posto de Leandro para Coordenador da Banda, assume o Comando o também ex-aluno, formado pela Banda, PHILIPE DE FRANÇA SCHWARC, neto do saudoso Maestro Juarez França. A B.M.P.A.G. tem o seu contra-mestre VITOR PULCHERIO GRILLO, também ex-aluno, formado pela Banda.